• FabrikArt

Apagando a lousa: nova forma de fidelizar

Atualizado: 13 de Mai de 2019


Alguns anos atrás, a palavra marketing decolou no setor educacional, numa época em que as instituições estavam muito mais preocupados com a questão pedagógicas. Pouco se falava de problemas administrativos e, quando esses eram mencionados, limitavam-se apenas às questões financeiras ou relativas aos problemas políticos educacionais, leis e pareceres.

Durante muito tempo, as instituições educacionais de nível básico e superior, assim como seu corpo docente, estiveram apoiadas em uma posição pacífica de mercado. Havia poucas instituições particulares e muitas as vagas para qualquer nível de docência. Chegou-se ao ponto em que algumas escolas, em época de matrícula, organizavam filas em ordem alfabética! Por outro lado, os professores não tinham a necessidade de se atualizar ou mesmo, conquistar os alunos. DNA só existia nos livros de biologia, Ninguém se preocupava em estabelecer um verdadeiro diferencial e, quando isso acontecia, era por acaso.


Foi então que, a partir dos anos 1990, começaram a aparecer as primeiras dificuldades para os educadores. A crise em nossa economia agravava-se, novos planos econômicos e novas promessas, fizeram com que nossa sociedade parasse no tempo e deixasse de lado o sonho de criar uma grande família. Além disso, o número de instituições educacionais não parava de crescer, criando uma verdadeira guerra entre elas e seus profissionais em busca de um espaço no mercado e na mente dos consumidores. Começava uma nova fase para nós, antigos educadores, acostumados a nadar em mar calmo, sem tubarões, sem predadores.

Não era mais possível navegar usando antigas embarcações. Apagar a lousa e escrever um novo capítulo foi e está sendo necessário. Foi e está sendo preciso repensar a estrutura existente para competir e sobreviver no futuro. Foi e está sendo preciso jogar fora todos os espelhos existentes e abrir as janelas, tentar enxergar este novo mercado, este novo consumidor, este novo aluno, mais atento às suas compras, mais exigente com os serviços prestados e com uma variedade de opções à sua disposição. Foi e está sendo preciso olhar para dentro e redescobrir que uma das principais e mais econômicas ferramentas de marketing de uma instituição está incubada nos relacionamentos humanos, nos funcionários, especialmente nos professores, os quais passam parte de suas vidas com o que há de mais precioso em todas as empresas, em todas as instituições: os clientes, os alunos.


Porém, para começar a escrever este novo capítulo, é importante, além de vontade, ter algum conhecimento técnico; o erro não é mais permitido, pois pode custar o que existe de mais valioso: o tempo. Comecemos, então, pela desmistificação do conceito e da aplicabilidade popular de marketing. A maioria das pessoas define-o como um ato solitário de promover e vender algum produto.


Muitas ainda se confundem na definição entre propaganda e marketing, pensando que as ferramentas trabalham da mesma maneira e com o mesmo objetivo. A propaganda é apenas uma ferramenta de comunicação dentro do composto de marketing.


As empresas em geral, ainda delegam a um único departamento ou a somente uma única pessoa o papel que é de todos. Cansamos de escutar discursos como. " Isso é do pessoal do marketing!" Delimitam ainda ao marketing apenas ações como criar novos logotipos, folders, outdoors e pesquisas. Confinam o marketing em uma sala com um computador, será que o mais importante, como o relacionamento entre professores e alunos, também deverá ser papel do pessoal ou da pessoa responsável pelo marketing? Poderá se restringir a quatro paredes

Conforme o conceituado precursor da administração mundial Peter Drucker (citado por Souza, 1999, p. 18), o marketing é de responsabilidade de toda a empresa, e não somente de um único setor, de uma única pessoa.

Fonte: Marketing Educacional - Estratégias e ferramentas

Sonia Simões Colombo

#marketing #equipe #InstituiçõesdeEnsino #Educadores

Assine nossa Newsletter

© DIREITOS RESERVADOS 2020 | CRIADO POR FABRIK'ART | CNPJ: 11.866.957/0001-31

Rua Nunes Machado, 472 - Cj. 907 | Centro - Curitiba / PR - Brasil - CEP: 80250-000

Tel: (41) 3538-2991 | fabrikartbrasil@gmail.com